O fim de ano se aproxima e a vontade de viajar aumenta a cada dia. Porém nem sempre é possível deixar a cidade e se jogar em novas aventuras. Emprego novo, falta de dinheiro ou até mesmo férias desencontradas com os demais familiares são alguns dos motivos que levam o tão sonhado passeio ser adiado. Mas isso não é sinônimo de fim de ano sem graça. Essa pode ser uma oportunidade perfeita para bancar o turista na própria cidade e se divertir em Brasília. As atrações vão desde o tradicional passeio cívico a cachoeiras e hotéis fazenda.

O movimento de turistas na capital e de brasilienses deixando a cidade deve ser grande no fim do ano. A Inframerica, responsável pela administração do Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitschek, espera cerca de 1,6 milhão de pessoas, entre embarques e desembarques, em dezembro. Nas datas próximas aos feriados, a expectativa é de fluxo de 59 mil passageiros diários. Mas há quem vai ficar pela capital. Esse é o caso da jornalista Bruna Rocha, 26 anos. A jovem conta que ama viajar, mas, neste ano, abriu mão para economizar. “Eu saí da casa dos meus pai e gastei muito com eletrodomésticos. Então, não posso pagar uma viagem. Estou focada em investir no meu apartamento”, explica.

Bruna ainda não tem programação para as festas de fim de ano, mas aproveitará para curtir os espaços de lazer no tempo livre. “Gosto muito de andar de bicicleta no Eixão no domingo. Quando não ando lá, vou para o Parque da Cidade”, conta.

Para a turismóloga Ellen Calazans, a antiga sensação de Brasília ficar vazia no fim do ano diminui cada vez mais. “Os brasilienses estão ficando na cidade, e o DF tem recebido muitos turistas”, comenta. Para ela, o turismo ainda é mal explorado, e muitos ficam na capital por falta de opção. “A grande maioria não viaja por causa do dinheiro. Criou-se uma tradição em Brasília que, em qualquer feriado ou férias, as pessoas deixam a cidade e quem fica por aqui não sabe o que fazer. Elas acabam indo para barzinhos ou restaurantes, não sabem o que oferecer para as crianças. Mas Brasília tem diversas atrações, inclusive muitas belezas naturais”, destaca.

Manter o movimento de brasilienses e de turistas no fim de ano é importante para a economia da cidade, segundo a turismóloga Ellen. Para ela, Brasília ainda precisa investir nisso, pois as atrações, além do passeio na Esplanada dos Ministérios, ainda são pouco divulgadas. “Criou-se um estereótipo em Brasília de que nós trabalhamos, recebemos e vamos gastar o dinheiro em outra unidade da Federação. Seria muito importante se esse dinheiro ficasse aqui”, completa.

Falta de informação

A dona de casa Leiva Mara Ávila, 58, planeja os passeios que fará com o irmão, morador de Goiânia. “Virão ele, a esposa e os dois filhos. Os meninos amam o zoológico; então, vamos levá-los lá. Queremos ir ao Pontão (do Lago Sul) ver a decoração de Natal e, agora, tem o Natal Sempre Monumental, na Torre. Acho que será lindo”, diz Leiva.

Segundo ela, é comum parentes passarem o fim de ano em Brasília. Quando isso ocorre, ela apresenta a cidade para eles, mas lamenta a falta de informação. “Tem muito passeio bom em Brasília, mas quase não tem dados sobre a cidade. Recebi a visita de uns amigos que vieram dos Estados Unidos. Eles queriam conhecer tudo e, ao pesquisar, encontramos poucas coisas”, lamenta.

Passeio cívico


Praça dos Três Poderes
Praça entre os prédios dos Três Poderes da República: Legislativo (Congresso Nacional), Judiciário (STF) e Executivo (Palácio do Planalto). Aproveite e faça uma visita ao interior das edificações e conheça um pouco mais sobre os lugares onde são tomadas as principais decisões do país. No primeiro domingo do mês, os visitantes também podem acompanhar a Troca da Bandeira.

Espaço Israel Pinheiro
Em memória ao político brasileiro Israel Pinheiro, o espaço conta com auditório e mural interativo, além de sala de jogos educacionais.
Local: próximo à Praça dos Três Poderes, a 200m do mastro da Bandeira, ao lado do Espaço Oscar Niemeyer
Contato: 3323-6658

Espaço Lucio Costa
Pequeno museu subterrâneo concebido por Oscar Niemeyer para homenagear o urbanista Lucio Costa.
Local: Praça dos Três Poderes
FONTE: (foto: Breno Fortes/CB/D.A Press - 9/7/18)   
postado em 08/12/2019 08:00 / atualizado em 07/12/2019 22:11


Deixe seu Comentário